Exposição Artista Bacana – Acciones Plasmadas

Dias: 21 a 26 de novembro de 2017

Local: Subsolo BCE

+ Informações: www.facebook.com/artistabacana

 

Artista Bacana – Acciones Plasmadas pretende romper com a ordem do cotidiano a partir da estranheza, do grotesco, do dramatizado, do performativo e do incomum, buscando sempre o olhar do espectador. A história é desenvolvida por meio de uma figura peculiar, o corpo de uma mulher com múltiplos rostos; uma entidade urbana que transita através de diferentes locais estabelecendo espacialidades. O trabalho surgiu do diálogo entre fotógrafa e performer, artistas que se afirmam nômades, vagando em solo latino-americano.

Compreendendo que no tecido das cidades em que vivemos o corpo gravita, pesa e, consequentemente, resiste, transformamos essas condições em verbo para gerar movimento. Atuamos nas cidades, na tentativa de transgredir seus fluxos de estabilidade reguladora, e capturamos imagens que se destinam a mover-se nos olhos dos espectadores. As fotoperformances reunidas em Artista Bacana – Acciones Plasmadas operam como detonadoras de um processo narrativo sempre inconcluso. A fotografia concentra a ação e convida à criação de possíveis e imagináveis. Além de um registro documental de uma ação performativa, a proposta é estabelecer uma relação entre imagem e ação corporal, de modo a potencializarem-se mutuamente.O projeto pretende romper com a ordem do cotidiano a partir da estranheza, do grotesco, do dramatizado, do performativo e do incomum, buscando sempre o olhar do espectador. A história é desenvolvida por meio de uma figura peculiar, o corpo de uma mulher com múltiplos rostos; uma entidade urbana que transita através de diferentes locais estabelecendo espacialidades. Artista Bacana – Acciones Plasmadas surgiu do diálogo entre fotógrafa e performer, artistas que se afirmam nômades, vagando em solo latino-americano. A partir do encontro de nossas vozes periféricas e empilhando a precariedade de uma para a estrutura poética da outra, realizamos desejos oníricos que se converteram no trabalho apresentado.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário